sábado, 23 de março de 2019

A Magia das Pequenas Coisas

    É muito interessante quando me perguntam coisas como “Como você conseguiu tantos inscritos?” ou “Qual o segredo de ser bom nisso ou naquilo?”
    Embora eu não julgue ser tão inteligente ou ter tantos inscritos (pelo menos não quando comparado a grandes nomes do YouTube), essas perguntas têm algo em comum. A resposta envolve muitos fatores, mas se tem algo que posso destacar é a fidelidade nas pequenas coisas.
    Por exemplo, várias pessoas já me disseram que gostariam de criar um canal no YouTube, postar vídeos, contribuir com as pessoas e, potencialmente, ganhar algum dinheiro. Curioso que essa é, às vezes, a primeira coisa que falam. Mas quando pergunto se já possuem um plano em mente, se já produzem alguns vídeos, se escrevem roteiros para seguir ou até mesmo se já sabem sobre o que falar, a resposta é não. Isso se aplica a várias outras coisas, desde trabalhos escolares até mesmo um pequeno empreendimento. E, na maioria das vezes, quando pergunto porque não começaram, a resposta não convence. Ou dizem que não têm tempo, ou não têm todos os recursos, ou se preocupam com coisas demais que só fazem a diferença lá na frente.
    O meu conselho é sempre o mesmo: comece. Comece hoje mesmo. Seja o que você tiver em mente. Se você deseja publicar um livro algum dia, comece a escrever hoje textos aleatórios, uma página, meia página, não importa. Escritores escrevem. Se você deseja ter um canal no YouTube, comece a produzir vídeos hoje. Não se preocupe com edição, com coisas avançadas demais. Aprenda o mínimo necessário, como manusear a câmera, como funciona a interface do YouTube e poste um vídeo hoje mesmo. Produtores produzem. Se você deseja ser um líder, não espere ganhar um cargo de gerência algum dia para começar a liderar. Tome a frente em pequenas coisas do dia a dia, nos trabalhos em equipe, comece a tomar decisões, reúna grupos de pessoas com interesses semelhantes aos seus, mas comece. Líderes lideram. Se você deseja passar em um concurso, comece a estudar. Estudantes estudam. Isso se aplica a qualquer coisa.
    As pequenas coisas são muito importantes pois:

    1. Elas Funcionam por Juros Compostos
    Todo investidor sabe que o tempo é o seu melhor aliado. Que os juros compostos, mesmo a uma taxa que parece bem pequena, produz rendimentos grandes dado o devido tempo. Começar através das pequenas coisas é da mesma forma. No início é difícil, tosco, mas depois você (e as pessoas ao seu redor!) começará a notar a diferença. É o sinal que você está começando a ficar realmente bom naquilo.

    2. A Excelência começa por elas
    Você nunca poderá ser bom em nada se não dedicar tempo para masterizar as pequenas coisas. Além disso, as pessoas geralmente inventam desculpas para não fazer essas coisas pequenas pelo fato de serem pequenas. Realmente, na horas elas não parecem ter tanto efeito. Contudo, lá na frente, elas farão a diferença e, se você não fizé-las da melhor forma possível, jamais progredirá e alcançará prestígio naquilo.
    Passar pelo teste da excelência só é possível se você possuir disciplina e consistência. Disciplina para não adiar o que precisa fazer e consistência para perseguir isso todos os dias. Essas são habilidades que podem ser desenvolvidas, desde que você esteja disposto.

    3. Elas te dizem o que você precisa para ir ao próximo nível
    Se você procurar meus primeiros vídeos, verá uma diferença enorme de qualidade, tanto em termos visuais, como sonoros. Minha voz era estranha, eu travava várias vezes, mal falava uma frase completa. Os primeiros vídeos tinham dois minutos e eu sequer dava ênfase a comentar. Apenas um tabuleiro de xadrez, e pronto. A edição não existia. Mas foi o suficiente para começar e, além disso, cada momento me guiava para saber o que eu devia melhorar. A ajuda das pessoas que começavam a ver meu trabalho também foi muito útil. E a cada dia fomos melhorando nossos métodos. Assim funciona em todas as esferas.
    Seu primeiro vídeo, seu primeiro texto, ou seu primeiro trabalho podem até sair abaixo da qualidade em um primeiro momento. Isso se dá porque você está começando com o mínimo necessário. Essa falta de conhecimento inicial será resolvida com o tempo e com estudo, com preparação. Mas jamais permita que saia ruim devido à falta de vontade, preguiça ou incompetência.

    O grande Zig Ziglar já disse que “você não precisa ser grande para começar, mas precisa começar para se tornar grande”. Ninguém começa grande.
    Lembre-se: escritores escrevem, estudantes estudam, líderes lideram. Pense nisso.

---
Renan Monteiro é estudante de Engenharia Civil, YouTuber, amante do crescimento, professor em tempo parcial e aprendiz em tempo integral.

quarta-feira, 13 de março de 2019

Panorama do Evangelho de João

Anotações geradas a partir do Estudo Bíblico na 2ª Igreja Congregacional de Guarabira realizado no dia 20 de dezembro de 2018.

Preletor: Presb. Melquesedeque Bezerra
Anotações: Renan Monteiro

Propósito do livro: para que as pessoas creiam através do testemunho dos sinais de Cristo e, nEle, tenham vida.

Divisão:
1. Introdução (1.1-18)
2. Ministério Público de Jesus (1.19 — 12.50)
3. Ministério Particular de Jesus (13.1 — 19.30)
4. Acontecimentos Finais (19.31 — 21.25)

• João mostra a manifestação da glória de Deus em seu filho Jesus.
• É o evangelho que mais possui detalhes de tempo, lugares e nomes de pessoas.
• Predomina o discurso direto, havendo poucas parábolas. A ênfase deste livro é no Rei (ou seja, Cristo) e não no reino, como nos outros evangelhos.
• João relata apenas 7 (sete) sinais de Cristo em seu livro, sendo 5 (cinco) deles inéditos deste livro.
• O espaço do capítulo 13 ao 19 descreve com riqueza de detalhes um período de aproximadamente 24 horas.
• O livro de João foi escrito para toda a igreja, diferente de Mateus, por exemplo, que tem certo foco nos judeus; de Marcos, que foca nos gentios; e de Lucas, que narrou o evangelho para Teófilo (Lc 1.3).
• O estilo com que João escreve é bastante semelhante ao das epístolas que ele escrevera.
• Acredita-se que João escreveu este livro entre 70 e 90 d.C., bem depois dos outros três evangelhos, mas ele foi o únicos dos quatro a ser testemunha ocular de tudo que aconteceu no ministério de Cristo, sendo referido no texto como “o discípulo que Jesus amava” (Jo 21.20,24).

Um pouco de história: o templo foi destruído no ano 70, que já havia sido previsto (Mt 24.1,2; Mc 13.1,2; Lc 21.5,6).
Ocorreram mortes de muitos judeus junto com a invasão romana em Jerusalém.
João escreveu o evangelho como forma de evangelização aos atacados.

A Cristologia Joanina (ou de João)
O foco do livro é a glória de Cristo. Por isso, Ele recebe diversos nomes, entre eles:
Verbo, Deus (1.1); Criador (1.3); Luz (1.4; 8.12);
Deus unigênito (1.18); Filho de Deus (1.34, 49);
Cordeiro (1.29, 36); Messias (1.41); Rei de Israel (1.49);
Filho do Homem* (1.51); Mestre (13.13-14); Profeta (4.19);
Salvador do Mundo (4.42); Senhor (9.38; 20.28)

Curiosidade: No trecho de João 1.35-51 são descritos os primeiros chamados e, no fim, uma alusão ao Velho Testamento, ao sonho que Jacó teve no livro de Gênesis.

* Filho do homem é uma referência a Daniel 7.13-14

---

Esperamos que tenha gostado. Nossa oração é para que você sinta-se mais disposto a estudar as riquezas presentes no livro do apóstolo João. Isto aqui é uma pequena introdução. Quanto mais você ler e buscar informações sobre ele, mais será abençoado.

sábado, 9 de março de 2019

Sobre Conteúdo Cristão “vs.” Conteúdo de Crescimento Pessoal

Pode parecer estranho, em um primeiro momento, que este blog possua textos cristãos, focados na Palavra de Deus, e que também possua textos sobre crescimento pessoal, principalmente sobre liderança e produtividade.
O motivo pelo qual esta postagem está sendo escrita é para diferenciarmos bem os dois tipos de conteúdo, e estabelecer princípios que nos guiem e que possamos retirar o melhor de ambos.

Durante minha jornada de estudos e aprendizado, eu sempre fui um curioso e apaixonado por técnicas de como fazer mais em menos tempo, como fazer as tarefas com eficiência. Eu também cresci com minha mãe me falando que eu deveria ser o melhor. Sim, desde pequeno eu fui incentivado a buscar a excelência, a ser o melhor que eu pudesse ser, seja o que for que eu esteja fazendo, fazer bem feito. Sou muito grato a meus pais, mas especialmente à minha mãe por tudo isso.

Acredito fortemente que não é pecado nos esforçarmos para encontrar e desenvolver formas de fazer o melhor possível, maneiras de sermos bons naquilo que nos foi designado. Por exemplo, um texto/vídeo sobre solução para a procrastinação pode ser útil e motivador para que evitemos a preguiça.
Mas há uma tendência muito forte de, nesse caminho, o ser humano começar a esquecer-se de Deus e desviar-se dos Seus caminhos. Por exemplo, há quem estude/trabalhe muito, ganhe um bom dinheiro e use para viajar nos finais de semana, sem se preocupar em buscar ao Senhor.
Ou, quando tomamos gosto pela coisa, ou se estamos focados em um trabalho que demanda tempo, como estudar para um concurso, ou provas, ou finalizando um trabalho, muitas vezes sacrificamos os momentos de ir à igreja, sacrificamos os momentos de oração e estudo da Palavra.

O ponto principal que eu quero destacar é: nenhum princípio do crescimento jamais será superior ao que está escrito na Bíblia!

Lembro-me de uma citação do John Maxwell em seu livro A Atitude Vencedora. Ele diz: “Presente do próprio Deus, a Bíblia é o melhor livro sobre desenvolvimento que existe”. Eu concordo demais com esta citação, mas vale ressaltar aqui alguns pontos:

1. A Bíblia é muito mais do que um livro de desenvolvimento. Ela é a revelação do próprio Deus e a reunião de todos os seus estatutos. Ela contém tudo o que precisamos saber para a jornada cristã. Qualquer vírgula ou til que dela passa é considerado maldito. E qualquer vírgula ou til omitidos dela é uma meia-verdade, logo não é A Verdade.

2. O desenvolvimento é um “bônus”. A Bíblia nos guia primeiramente a Cristo. Mas, uma vez que Deus nos mostra como proceder neste mundo, ela também oferece conselhos em muitas outras esferas da vida. Ela nos traz ensinamentos sobre política, comportamento, sabedoria, etc. Nela podemos encontrar grandes exemplos de liderança, de homens sábios que eram esforçados, que faziam seu trabalho da melhor forma possível.

3. O desenvolvimento deve estar submetido à Palavra de Deus. O que quero dizer é que um não complementa o outro. O desenvolvimento bom e proveitoso reúne princípios pelos quais podemos ser mais produtivos, e assim fazer e aprender ainda mais do Senhor. Não quero ser confundido com o advento da “Teologia Coaching” centrada no homem, tampouco prego um evangelho que faça com que nos sintamos muito bem obrigado, mas não nos dá o que precisamos. É tanto que, hoje, o desenvolvimento que eu estudo é apenas Liderança, Comunicação, Técnicas de Aprendizado e Produtividade. Fora isso, não vejo nada que contribua com a jornada cristã.

4. Jamais nos concentremos em acumular riquezas terrenas. O primeiro pensamento das pessoas que estudam desenvolvimento é o fazerem para se destacarem, extraírem o máximo do seu conhecimento e habilidades, e claro, ganharem dinheiro e viverem bem. Contudo, se você faz disso o seu deus, o seu tesouro, e colocar seu coração apenas nisso, ainda que ganhe muito dinheiro, poderá ainda assim ser infeliz e, pior ainda, poderá estar caminhando em direção à perdição.

É isto. Acredito que o desenvolvimento é muito importante, é fundamental fazer as coisas da melhor forma possível, pois assim glorificamos ao Senhor naquilo que fazemos. Damos bom testemunho da nossa ética regenerada.

O que você pensa disso? Deixe um comentário.

---
Renan Monteiro é um cristão reformado salvo pela graça do Deus Altíssimo. Atual membro da 1ª Igreja Evangélica Congregacional de Guarabira-PB.

sábado, 2 de março de 2019

A Lei do Sucesso

Uma das melhores definições de sucesso foi dada por Earl Nightingale em 1959. Earl disse que o sucesso é a realização progressiva do ideal valioso. Vamos pensar um pouco sobre essa definição.

1. O sucesso requer realização
Para alcançar o sucesso, é preciso agir. Colocar a mão na massa, correr atrás do que você colocou diante de si como objetivo. O sucesso não vem sozinho. Ele é fruto de nossas ações. Esperar pelo sucesso sem fazer nada por ele é como esperar que o governo lhe pague um salário para ficar dormindo em casa. Isso não vai acontecer.
2. O sucesso é Progressivo
Alcançar um objetivo que é difícil e/ou grandioso leva tempo. O sucesso é construído dia após dia. E, a menos que você desenvolva uma forte disciplina, você não conseguirá ter forças para perseguir aquilo, dia após dia. Vencedores são extremamente disciplinados. Alguém já disse que as melhores coisas levam tempo para se construir, mas são muito recompensadoras. Tenha paciência, mas trabalhe todos os dias para deixar o sucesso mais próximo.
3. O sucesso vem do ideal valioso
O grande coach Bob Proctor disse uma vez que um ideal é uma ideia pela qual você é apaixonado. O que fazem os apaixonados? Pensam na outra pessoa toda hora. Da mesma forma, assim deve ser você sobre sua ideia. Não é se você vale o suficiente para a ideia, mas se ela vale o suficiente para você, pois você investirá tempo nela, o mais valioso de todos os recursos!
Não sei se você percebeu o detalhe, mas olhe bem para o artigo definido: o ideal valioso. Não é "um" ideal valioso. É o ideal que você tem certeza que nasceu para aquilo. Alguém já disse para levar o tempo que for para descobrir o que quer da vida, mas depois que descobrir, não recue ante nenhum pretexto.

A Lei do Sucesso garante que, em nossa vida, nos movemos continuamente em direção a um objetivo predeterminado. Cabe a nós descobrir o quanto antes a direção, e correr para ela, todos os dias, com disciplina, com empenho, aprendendo com as pessoas ao nosso redor e contribuindo com elas.

Você já decidiu qual direção seguir? Está firme na caminhada?

Desejo para você uma excelente jornada.
Forte abraço.


---
Renan Monteiro é estudante de Engenharia Civil, YouTuber, amante do crescimento, professor em tempo parcial e aprendiz em tempo integral.

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

Coletânea de Salmos e Hinos mais Cantados para Baixar

    O “Salmos e Hinos” foi a primeira coletânea de hinos sacros já feita aqui no Brasil. Foi idealizado pelo casal pelo casal Dr. Robert Reid Kalley e Sarah Poulton Kalley, fundadores da Igreja Evangélica Fluminense em 1855, a primeira igreja evangélica em língua portuguesa no Brasil, de denominação congregacional. A primeira edição foi feita em 1861, e contava com 50 hinos.
    Edições posteriores contaram com a colaboração do Dr. João Gomes da Rocha, filho adotivo do casal Kalley. Além de acrescentar composições novas, a partir de 1899, o Dr. Rocha elevou o hinário ao nível das melhores e mais completas coleções de hinos evangélicos do mundo. Em 1947, com a morte do Dr. João Gomes da Rocha, os direitos autorais ficaram com a Igreja Evangélica Fluminense. Uma grande revisão foi realizada em 1948 e consistiu basicamente em melhor adequar algumas letras às respectivas músicas, em realizar correções gramaticais e reparos doutrinários, em verificar a ocorrência de hinos que apareciam em duplicata e em identificar hinos que não seriam mais utilizados pela Igreja.
    Hoje, com mais de 150 anos, Salmos e Hinos é considerado uma das mais belas coleções de hinos já produzida para o seguimento cristão protestante do Brasil e conta com 650 hinos, 27 Coros e 12 Améns.

    Visto a grande dificuldade para encontrar novas edições para venda aqui na Paraíba, decidi fazer um apanhado dos hinos mais cantados e os reuni em uma pequena coletânea que você pode baixar e imprimir, além de encadernar. O custo disso tudo é relativamente baixo, deve chegar a 7 ou 8 reais.
    Apesar de muitas igrejas hoje não terem o hábito de usar mais hinários, principalmente o Salmos e Hinos, a beleza das letras e seu conteúdo são muito valiosos para serem esquecidos pela Igreja do SENHOR. Elas são uma forma simples de se louvar, geralmente cantados à capela, mas, se feito com sinceridade, exultam o nome do Senhor sobremaneira, além de muitas serem grandes mensagens de evangelização.

    Espero que esta postagem o ajude de alguma forma.

Você pode baixar o arquivo clicando aqui:

    Você pode obter uma versão completa com todos os hinos neste link:
    Salmos e Hinos - Completo

Que estes hinos o conduzam à presença de Deus.

Com meus cumprimentos,
Renan.

---
Renan Araujo Monteiro é um cristão reformado salvo pela graça do Deus Altíssimo. Atual membro da 1ª Igreja Evangélica Congregacional de Guarabira-PB.

sábado, 23 de fevereiro de 2019

A Solução para a Procrastinação

Uma vida deixada para amanhã está sempre
a um dia de ser realizada. — Leo Buscaglia

    Você sabe qual o inimigo número 1 das potenciais ideias de sucesso? Qual a maior razão para existirem tantas pessoas com sonhos estacionados? Chama-se procrastinação. Começar uma tarefa muitas vezes é mais difícil do que continuar e terminar. Para algumas pessoas, largar o celular, a TV ou qualquer zona de conforto para começar a tarefa requer uma quantidade imensa de energia. É por isso que muitos sonhos não saem nem do pensamento.
    Tais pessoas, mesmo que possuam um sonho, deixam faltar uma coisa: decisão. Napoleon Hill relata em seu livro Pense e Enriqueça que as pessoas bem sucedidas não o são por acaso. Elas tomaram a decisão que fariam tudo que pudessem para alcançar o que desejam em algum ponto da vida. Não apenas isso, mas no dia a dia, tomam boas decisões de forma clara e eficiente. Eles sabem do seu propósito e sabem que só chegarão nele com ação. E essa é a razão pela qual essas pessoas são líderes de sucesso.

As pessoas de sucesso tomam boas
decisões de forma clara e eficiente.

    Saber aonde se quer ir e estar disposto a perseguir isso não deixará você ficar parado vendo o tempo passar enquanto poderia progredir e evoluir naquilo que deseja.
    A indecisão começa muito cedo em nossas vidas. Frequentemente tomam decisões por nós. Por exemplo, nossos pais decidem por nós enquanto não temos capacidade. Isso é bom, pois teoricamente eles querem o melhor para nós e nos ajudam a sobreviver. Contudo, às vezes acontece de não nos treinarem para passarmos a decidir por nós mesmos, e com isso cria-se pessoas que não têm o hábito de tomar decisões. Isso pode ser visto com facilidade. Pessoas ficam hesitantes sobre para onde vão sair, o que vestir, onde estacionar o carro, etc. E como tomar decisões grandes se você não consegue dar conta das pequenas?
    O próprio sistema educacional também não encoraja a tomada de decisão, o pensamento crítico, o senso de progresso. É por isso que é uma dor enorme para muitas pessoas começar um trabalho da faculdade antes que o prazo esteja apertado. Depositar o valor em notas de forma sutil muitas vezes faz o aluno perseguir cegamente a média proposta para passar. Apenas reagindo ao que é exposto.
    A vida não é diferente. Não são poucos os casos de pessoas que desacreditaram, que não veem mais nenhuma possibilidade de expectativa. Que ficam apenas reagindo ao que acontece com elas. Que apenas esperam pela vida. E, se você espera pela vida, gasta seu precioso tempo com bobagens e no fim do dia, sente um vazio porque não consegue realizar nada, provavelmente é uma dessas pessoas.
    Tomar a decisão de perseguir algo pode parecer tão simples, mas não é só isso. Envolve esforço, reflexão, determinação e muita disciplina. Vencer a dor de começar é um passo enorme, e você deve usar essa vitória inicial como degrau, apoiar-se nela para continuar fazendo o que deve. Ao sentir resistência para fazer aquilo, você pode lembrar-se de que já venceu a preguiça uma vez e que pode fazer isso novamente.
    Além disso, visualizar os resultados que virão também é um bom motivador para se colocar em ação. Acredito fortemente que não adiamos aquilo que gostamos de fazer. Contudo, nem sempre as coisas são o que parecem. Várias vezes já senti resistência para começar algo pois achava que era chato e sem graça, mas quando se começa, com pouco tempo depois se pega o jeito e vai ficando mais fácil e mais interessante. Os progressos ficam mais evidentes e você fica mais feliz com o que vem desempenhando. Logo, é bem mais fácil depois voltar ao trabalho e continuar rumo ao seu desenvolvimento.

Talvez o mais chato para você
seja onde você tem mais dificuldade.

    Há boas técnicas e recursos para evitar adiar tarefas. Porém, tudo começa com uma decisão, decisão de partir para ação, de não deixar seus sonhos e realizações para depois. Lembre-se uma vida deixada para amanhã está sempre a um dia de ser realizada.
    Pense nisso.

---
Renan Monteiro é estudante de Engenharia Civil, YouTuber, amante do crescimento, professor em tempo parcial e aprendiz em tempo integral.

sábado, 16 de fevereiro de 2019

Oportunidades à sua Volta

    Muitos de nós ficamos procurando por oportunidades ideais e perfeitas. Muitos ficam aguardando por um momento em que uma porta mágica vai se abrir e, de repente, poderão entrar por ela e realizar aquela grande coisa que têm guardada dentro de si.
    Contudo, tal momento nunca chega. As oportunidades estão à nossa volta, diariamente. Passam despercebidas. Vem e vão, surgem e desaparecem. Muitas vezes, nos damos conta que uma oportunidade passou apenas um bom tempo depois. Puxa! Quão diferente poderia ter sido se tivesse agarrado a chance?! Quão mais feliz eu poderia estar agora!
    Percebeu que, ao refletirmos sobre oportunidades perdidas, frequentemente colocamos na balança apenas o que poderia acontecer de bom conosco? Geralmente, acaba-se tendo uma visão voltada para si mesmo, e não para as pessoas ao redor. Já parou para pensar nisso? Quantas oportunidades poderiam não só ter sido aproveitadas, mas até mesmo criadas, se você tivesse se perguntado “Como eu posso ajudar mais pessoas? Quem eu posso ajudar hoje? Como entregar mais valor para as pessoas ao meu redor?”
    As verdadeiras oportunidades encontram-se em doar, em compartilhar, em prover valor, em colocar os outros na frente, não apenas interesses pessoais. Quando você focar no crescimento das pessoas ao seu redor, verá que novas possibilidades se abrirão para você, e muitas delas você nem imaginava que fossem possíveis.
    Quando você se preocupa genuinamente com o desenvolvimento das pessoas, e faz disso uma meta, você passa a ser enxergado com outros olhos. As pessoas serão mais gratas a você, além de gostarem da sua companhia.
    Acredito que se as pessoas saíssem de casa com essa mentalidade de “o que posso fazer por alguém hoje?”, elas seriam muito mais felizes, muito mais gratas, veriam mais oportunidades surgirem e se sentiriam mais realizadas por estarem contribuindo com alguém.
    Para concluir, acredito demais que a própria vida manda recompensas por ajudas genuínas prestadas. Essa jamais deve ser sua motivação para fazer algo, porém, é fato que, naturalmente, o bem que você faz retorna a você, seja ele de forma material, emocional, etc.
    As oportunidades estão ao seu redor. Lembre-se que a essência delas está no que você pode oferecer aos outros.
    Pense nisso.

---
Renan Monteiro é estudante de Engenharia Civil, YouTuber, amante do crescimento, professor em tempo parcial e aprendiz em tempo integral.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...